Crítica de cinema: “O Filme da Minha Vida” beira o sublime e a perfeição

Desde a primeira cena, “O Filme da Minha Vida”, dirigido e com Selton Mello no elenco, chama a atenção pelo impressionante cuidado estético.

Não há uma sequência, não há uma cena ou nem sequer um “frame” em que um amante de cinema não note o quão perfeccionista e delicado o diretor foi com a fotografia.

Cada cena, na verdade, é sublime e tudo beira a perfeição. Não será surpresa alguma (para este colunista, pelo menos), se o filme for escolhido pelo Brasil para indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. E de fotografia também. Porque merece.

A história, baseada no livro “Um Pai de Cinema”, de Antonio Skármeta, versa sobre a infância e adolescência de um garoto, Tony, filho de um pai francês e mãe brasileira, que mora numa cidadezinha do interior dos Pampas.

A HISTÓRIA POR TRÁS DO FILME

O enredo em si não é do tipo inovador, mas é muito humano e delicado aos olhos do espectador.

Tony vai para a cidade grande (sic) estudar, mas, quando volta, descobre que os pais se separaram. O pai (Vincent Cassel) deixa a cidadezinha no mesmo trem que trouxe Tony (Johnny Massaro). Dali em diante Tony vai sofrer (assim como sua mãe) e tentar descobrir o porquê do abandono paterno.

Em meio a isso, Tony –que é professor numa escola pública– descobre a paixão, o sexo, o álcool e também mantém amizade com um sujeito mais velho, Paco (Selton Mello), que era supostamente amigo de seu pai.

Além de uma direção primorosa, o personagem de Selton Mello é responsável também pelos melhores e mais engraçados momentos do filme.

SELTON MELLO INSPIRADO

Criador de porcos, bronco, lacônico, com mentalidade tacanha e pragmática, Paco é arranca gargalhadas da plateia.

Mas o restante do elenco também se supera. A começar pelo jovem Massaro, cuja interpretação e  expressividade facial dão um banho em muitos atores veteranos em cartaz.

Sem exagero, “O Filme da Minha Vida” já está desde já no panteão dos melhores filmes brasileiros já realizados em todos os tempos.

É imperdível para qualquer pessoa que aprecie uma arte em seu melhor momento.

Filme – O Filme da Minha Vida

Onde – Em cartaz nos cinemas

Avaliação – Fabuloso 🌟🌟🌟🌟🌟

Veja outras críticas de cinema no site Ooops!

Assista ao trailer

Veja a biografia de Ricardo Feltrin

Mais sobre Ricardo Feltrin no Google

Ricardo Feltrin no UOL

Sobre:

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *